Um pouco da nossa história

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho do nosso casamento.

Quando nos conhecemos, nem imaginávamos que um dia tudo isso acabaria como um final de conto de fadas, com a realização do nosso grande sonho: o casamento! O coração aperta, o dia está chegando, e começa a passar um filme de tudo o que passamos para chegar até aqui. E como é bom relembrar cada pedacinho da nossa história de amor.

Nos conhecemos em um cénário onde costumeiramente os romances possuem um prazo de validade limitado, bastou essa pequena dica para você matar logo a charada né?, pois é, nos conhecemos no carnaval de 2013  mais precisamente em Vigia de Nazaré - PA, justamente no melhor carnaval do estado do Pará.

 

Imagem Sobre

VERSÃO DA NOIVA:

Bem que dizem que "quando é pra ser ..." Não tem jeito”. Eu e Marcos nos conhecemos no carnaval de 2013, na cidade de Vigia de Nazaré. Fazia tempo que não encontrava como uma amiga  Edilena Miranda, por acaso,  alguns dias antes do carnaval, nos falamos através do Facebook . Naquela oportunidade, Edilena ( minha madrinha de casamento),  me convidou para passar o carnaval em Vigia. Ela iria com mais dois amigos, Rafael Tavares ( meu padrinho de casamento) e Vitor. Eu fiquei indecisa, disse que iria pensar, mas decidi viajar com ela. Eu , as vezes , sou medrosa.

Chegando a Vigia, bateu aquela dúvida, se deveria te ido, pois nunca havia viajado, assim, com amigos, ainda mais no carnaval. Eu e os amigos de viajem aproveitamos o sábado e o domingo. Em um dos dias, ouvi um comentário que um amigo do grupo ( o DJ)  iria para Vigia, comentaram, também, que ele não havia conseguido pegar o ônibus e, que voltara para casa, mas havia dito que iria tentar viajar na segunda - feira. Ninguém acreditou muito que ele pudesse ir na segunda – feira, final do carnaval, principalmente, por que estava escrevendo seu TCC e, se aproximava o dia de sua defesa. Mas parece que os anjos estavam planejando algo especial para nós dois. Realmente o Marcos foi para Vigia e, foi ai, que tudo começou. Quando fomos apresentados, eu estava com outros amigos da viagem no quarto, nos cumprimentamos de longe, na verdade nem gravei o rosto dele.  Mais tarde, encontrei com Marcos na casa, nos cumprimentamos novamente.

Imagem Sobre

O bloco dos “cabrasurdos” iria sair na segunda feira. Eu estava com muita vontade de sair no bloco, me vesti de homem, mas faltava o bigode, eu disse que não sabia fazer. Marcos me ofereceu ajuda. Foi, ai, que tudo começou. Ninguém quis me fazer companhia no bloco, então, saímos em outro bloco, e, durante  uma música da Ivete Sangalo, nos beijamos a partir daí nunca mais nos desgrudamos.

Desde o primeiro momento, Marcos demonstrou um grande cuidado comigo, cavalheiro, amigo, sempre querendo me proteger. Trocamos telefone; quando chegou a Belém, me ligou, a partir daí, percebi que não seria apenas um namoro de carnaval, seria algo além, que poderia terminar em namoro, noivado e casamento. Iniciamos o namoro dia 17/02/2017.  Estamos juntos há quatro anos e três meses. Depois que conheci o Marcos, minha vida mudou, eu ando com um sorriso no rosto, eu sou mais feliz.

VERSÃO DO NOIVO

Aquele realmente foi um carnaval diferente para mim, primeiramente porque eu não era fã da festa em si e por conta disso não me importava em cair na folia ou viajar para cidades onde a tradição carnavalesca é forte, eu sempre aproveitava o feriado prolongado para passear, curtir as minhas músicas preferidas e assistir o desfile das escolas na tv. Além do mais, o tempo extra era crucial para eu concluir a minha monografia e finalizar um capítulo  importantíssimo da minha vida, a minha graduação em Sistemas de informação.

Com a pressão do final de semestre e prazo apertado de entrega de TCC os meus amigos Victor Peres e Rafael Tavares juntamente com a Edilena Miranda(ambos citados no texto anterior), uma amiga recém conhecida na época, combinaram que assim que entregassemos o texto final para os nossos respectivos orientadores fossemos aliviar a tensão em Vigia de Nazaré. Confesso que de início não fiquei muito animado com a idéia, mas como eu precisava espairecer um pouco acabei abraçando a idéia, botei a mochila na costa e fui desbravar esta tal cidade das "virgienses" e "cabrasurdos".

Assim que cheguei, fui recepcionado pelo Rafael que me orientou a guardar a bagagem e ao adentrar na casa onde todos estavam, eu ouvi sonoras gargalhadas vindo de um quarto, quando eu entrei, vi o Victor, a Paula (mais uma integrante da turma de vigia ), e a Daiane. Me apresentei a Paula, falei com o Victor e em seguida falei com a Dai, que por sinal, falou comigo meio que mais ou menos hehe.

Imagem Sobre

Tudo aconteceu meio que como mágica, confesso a vocês que eu não imaginava que ficaríamos juntos naquele dia, eu achei ela linda, mas mesmo assim, tanto eu quanto ela não despertamos interesse um pelo outro. Conforme relatado pela noiva no texto anterior, a Daiane precisava de um adereço fundamental em sua fantasia, "a barba", ela perguntou quem de nós sabia fazer, eu logo me candidatei, afinal, na minha infância eu era expert em pintar barba nas fotos da minha irmã heheh.

Quando eu começei a pintar o rosto dela, trocamos olhares e eu senti uma atração diferente, algo novo que até então não havia sentido, então começei a querer saber mais sobre essa garota de olhos verdes e segui com ela atráz dos foliões. Acompanhamos o bloco, nos beijamos e apartir desse momento inexplicavelmente eu senti uma vontade imensa de protegê-la,cuidar dela e ficar com ela para sempre. Pensei que amor como esse só existia nessas novelas que passam no horário nobre, mas nós fomos a prova viva de que quado tem que acontecer, acontece tudo segundo os planos de Deus.